Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

03/05/2016

Eu li, e você? # 47

Título: Enquanto houver amor haverá esperança
Autor: Sarah Kilimanjaro
Número de páginas: 304
Ano: 2015
Editora: Petit

O casal apaixonado Alex e Viviane decidem começar uma vida juntos, e o fruto desse amor é Erika, uma menina inteligente e amada pelos pais. Tudo ocorria bem, e os três eram uma família feliz. Até o fatídico dia em que a menina sofre um acidente e compromete, num primeiro momento, o movimento das pernas.

Os primeiros capítulos retratam o desespero e desalento dessa família que, muitas vezes fraquejava diante da situação. Era a pequena quem lhes dava forças para continuar. Apesar da atual condição, Erika tinha alegria de viver e acreditava que poderia se curar. Foi nesse momento, que a família aproximou-se das crenças do espiritismo, que fortaleceu-os e ajudou-os a compreender melhor o porquê disso ter acontecido com eles.

Os anos passaram, a medicina, bem como o organismo de Erika evoluíram, e com o crescimento dos ossos e tratamento adequado, a vértebra voltou praticamente à estaca zero, garantindo à menina, agora já moça, a mobilidade das pernas. Em função de ter vivido na própria pele as consequências de um acidente, encontramos Erika, já na metade do livro, prestando vestibular e, consequentemente, sendo aprovada em Medicina. Seu sonho era se especializar em Traumatologia e ajudar àqueles que fossem vítimas de acidentes, assim como ela.

A futura médica também é voluntária em um centro de recuperação para portadores de deficiência, onde através de amor, carinho e música melhora o astral dos pacientes. No entanto, a chegada do famoso corredor de pistas automobilísticas, Maurício, viria a abalar profundamente as estruturas de Erika e de sua família. A lesão grave na coluna, consequência do acidente durante uma corrida, tira do jovem o gosto pela vida. Mimado, arrogante e desgostoso, Maurício agride Erika verbalmente, pois ao mesmo instante em que se sente atraído pela jovem, sente ódio da mesma, sem saber exatamente o motivo. Entre indas e vindas e um relacionamento conturbado, herança de vidas passadas, eles terão de saber lidar com os mais variados tipos de sentimentos e tentar curar as feridas ainda abertas e doloridas. Será que haverá esperança para os dois?



Desde que foi lançado o livro me chamou bastante a atenção e estava curiosíssima para lê-lo, mas só agora tive a oportunidade. A capa é belíssima e tem tudo a ver com a história, além disso, a diagramação está impecável. Mas confesso que o livro não atingiu minhas expectativas, eu esperava, sinceramente, algo a mais. Achei que faltou aprofundar em determinados temas e aconteceram muitas coisas rápido demais e acabei ficando perdida no espaço-tempo, em alguns momentos... De forma geral, o livro nos traz uma belíssima lição de amor, perdão e superação. Mostra que devemos ser pacientes com nossos anseios e que, na vida, tudo tem um porquê, e isso nos faz aceitar melhor nossa condição atual e não condenar Deus como um ser injusto.

"Os problemas existem para serem solucionados e superados, e não para nos vencer. A aprendizagem na Terra é permanente, entretanto, precisamos exercê-la não como um castigo, não como uma desgraça, mas entendê-la como experiência para galgar os degraus da evolução com otimismo, na certeza de que a energia maior que convencionamos chamar de Deus jamais nos colocaria em situações sem saída (...) Deus não castiga, como também não recompensa, pois está acima de todos esses atributos que pertencem a nós, humanos."

CLASSIFICAÇÃO: 



BOM!




16 comentários :

  1. Olá Milena!
    Os livros da Editora Petit são linda e bem motivacionais. Mas não gosto pois por trás do enredo eles pregam as crenças do espiritismo e não aceito algumas coisas quanto a essa religião. Por isso não leio esses tipos de livros.
    A sua resenha está maravilhosa e bem escrita, mas essa dica eu passo.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suelen. Sim, tem muitas pessoas que não aceitam algumas coisas referentes às crenças espíritas, aí é meio complicado mesmo de ler. Eu sou católica, mas acredito em algumas coisas dessa corrente religiosa, como vidas passadas e tal... Mas é de cada um, né?

      Beijão!

      Excluir
  2. Ola Milena lindona eu li esse livro e gostei bastante, a forma como nosso protagonista aceitou sua situação e mudou suas atitudes foram bem trabalhadas. Gosto da maneira leve que os livros da Petit leva lindas mensagens ao leitor. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joyce! Já eu tive um ponto de vista diferente em relação ao livro, como comentei na resenha. Achei que faltou aprofundar em alguns temas...

      Beijos

      Excluir
  3. Hey, Mi. Tudo bem contigo?
    Bem, a capa é maravilhosa e a história me parece ser extremamente linda, apesar disso, não me chamou tanto a atenção. É uma pena quando os livros que lemos não atingem nossa espectativa, não?

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rayssa. Sim, é um pouco decepcionante... Mas faz parte rsrs

      Beijo

      Excluir
  4. Oi Milena, tudo bem?
    Gostei muito da sinopse que você fez do livro, mas eu não curto muito os livros da Petit por trazerem a temática do espiritismo, eu sei que têm um grande público e que com certeza os livros fazem sucesso, só que não funcionam pra mim.
    Quando vou com muita expectativa a um livro, sempre me desaponta, odeio isso, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Juliana...
      Realmente, é triste demais quando temos muita expectativa por alguma coisa e nos decepciona =/

      Beijos

      Excluir
  5. Oi Milena,

    A história parece muito cativante e tenho certeza que pessoas que curtem o espiritismo certamente adorarão a obra.

    Bjo
    Tânia Bueno Faces

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Sua resenha está muito bacana, mas não chegou a me deixar muito curiosa sobre a obra, desculpe.
    Talvez o gênero não seja o que ando procurando no momento, mas quem sabe num futuro?
    Agradeço por você compartilhar suas impressões sobre o livro conosco.
    Beijos!
    Vivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vivi! Imagine! Às vezes acontece de os livros não nos agradarem tanto quanto esperado. Quem sabe em outra oportunidade você se interesse.

      Beijos

      Excluir
  7. Oii...
    Que capa linda a desse livro.
    A história parece ser bem cativante e apaixonante também... gostei muito do que li. Porém, eu tenho um certo problema com livros espíritas... então por uma questão ridicula minha eu me mantenho afastada.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mayara. De certa forma, entendo seu ponto de vista e sua opção em não misturar crenças religiosas, pois de certa forma, acabamos influenciados pelo que lemos.

      Beijos

      Excluir
  8. Parece ser uma otima historia, mas nao leria nesse momento, não sei por que, acho que preciso de historias mais fortes, nao que essa seja fraca, mas com menos drama, vamos dizer.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Viviana. Entendo seu ponto de vista.
      Talvez num futuro próximo você se interesse por ele.

      Beijos

      Excluir